Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A lição do Jornal de Angola.

Segunda-feira, 07.10.13

 

Eu até acho que o Jornal de Angola dá uma lição aos portugueses, demonstrando quão apreciado foi o servilismo do Ministro Machete por aquelas bandas. E acrescenta mais: "Portugal está no centro de uma grave crise social e económica sem fim à vista. O Estado Social que nasceu com a Revolução de Abril tem sido friamente destruído pelas elites reinantes. Os fundos de coesão da CEE foram desbaratados por cleptocratas insaciáveis que à sombra de partidos democráticos se comportaram como vulgares ladrões sem sequer se disfarçarem com colarinhos brancos. (…) Face ao esvaziamento dos cofres públicos, até as pensões e reformas dos idosos são confiscadas. Milhares de jovens quadros são obrigados a procurar em países estrangeiros o pão nosso de cada dia (…). As elites portuguesas famintas de dinheiro entraram em desvario. À medida que a crise aperta, eles disparam em todas as direcções, atingindo por vezes membros do bando. À medida que a “troika” drena milhares de milhões de euros para os bolsos dos credores, as elites reinantes ficam sem cheta e tornam-se mais agressivas". Para mal dos nossos pecados, esta é presentemente a imagem de Portugal no mundo: um país onde até os dias marcantes da sua história deixaram de ser comemorados, já que o único objectivo nacional é deixar contentes os nossos credores.


Depois de o Ministro dos Negócios Estrangeiros ter "pedido diplomaticamente desculpa" a um Estado estrangeiro pela actuação do Ministério Público português, num país em que a separação de poderes é princípio constitucional, o Governo bem podia fechar para obras. Ponham cá uma comissão liquidatária da troika que faz perfeitamente o trabalho de destruir o nosso Estado. E pelo menos poupava-nos a vergonha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 07:31


1 comentário

De Anónimo a 17.10.2013 às 22:52

Exmos Concidadãos,
Sejamos sérios,
O problema está literalmente em "Nós" e na nossa política interna.
39 anos de Governantes de "extrema qualidade" sempre com os mesmos partidos, portanto temos Troika (PS/PSD/CDS) há 39 anos.
Casos brilhantes de NÃO corrupção.
Políticos NÃO carreiristas.
Interesses que NÃO se cruzam.
Gabinetes de Advogados que NÃO têm membros e/ou ex-membros do Governo.
Que NÃO tratam de negócios de Estado e que não lidam com negócios da RPAngola.
Resumido um País que NÃO está colapsado pela corrupção NÃO existente.
E VAMOS FALAR DE ANGOLA, que com todos os seus defeitos, pois saiu de uma guerra civil há relativamente pouco tempo e com problemas estruturais que vão levar décadas injecta dinheiro em BANCOS Portugueses que estariam falidos não fosse esse dinheiro (BES, BCP e Banif), empresas que vão para mercados internacionais à conta da injecção de capital Angolano.
Sejamos sérios e deixemos os Angolanos com o seu País e com a sua política (que podemos criticar e até não aceitar, mas guardemos essas opiniões para discussões entre amigos), se não fosse Angola, Brasil e a simpatia da China (à conta da benignidade histórica de MACAU), Portugal já nem com Troika ia lá.
Se os Governos da China, Brasil e Angola decretassem que as empresas estavam proibidas de efectuar negócios com um "País de corruptos e de gente que não se sabe governar"
- NINGUÉM GOSTAVA POIS NÃO?
Já estragaram o nosso futuro neste Pais deixem-nos pelo menos ter futuro em Países de povos amigos e deixem as politiquices imbecis e de mau gosto para outra altura.

Comentar post








comentários recentes

  • Anónimo

    caso não saiba, as eleições para a constituinte fo...

  • s o s

    carissimo, sendo que nao divaga, antes se restring...

  • Alfredo

    Pois,E só de pensar que temos em Portugal um parti...

  • Vasco

    São votos de mão no ar e por unanimidade à boa man...

  • Francisco Ribeiro

    Como rebate as posições contrárias da PGR e do Pro...

  • cheia

    Que adianta a quantidade?? 64 não chegam?? Mesmo q...

  • ANTONIO SILVA

    TEM TODA A RAZÃO! MAIS VALE TARDE DO QUE NUNCA! OS...

  • alfredo

    Caro Sr. Henrique Neto, Sou uns poucos anos mais n...

  • Francisco F.Martins

    Realmente este sr.Henrique Neto tem cara de quem e...

  • Etan Cohen

    Este senhor que, dizem, quando era novo andava de ...