Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O soldado disciplinado e leal.

Quarta-feira, 16.10.13

Se há uma coisa que me choca profundamente na actual classe política é a falta de convicções da maioria dos seus membros. Pessoas que convictamente defendem uma solução depois chegam ao Parlamento e ao Governo e vêm fazer absolutamente o contrário, baseando-se apenas no servilismo em relação ao chefe. O caso de Pires de Lima é particularmente elucidativo: vindo do sector privado onde tinha feito sucesso, foi feito ministro de uma pasta onde era vital que conseguisse dar um novo ímpeto à economia. Para isso, no entanto, era imprescindível que o deixassem aplicar as suas ideias e implantar o seu programa. Pires de Lima acaba, porém, por confessar que no governo, os que o julgavam um general estavam enganados. Não passa de um soldado raso "disciplinado e leal". E por isso nem sequer consegue, contra todas as expectativas, baixar o IVA da restauração, sendo assim manifesto que nada está a fazer na pasta da economia. Pires de Lima parece assim o soldado da guerra do Solnado que diz ao capitão que tinha feito um prisioneiro, mas quando lhe perguntam onde ele está, responde que "não quis vir". Se de facto a influência de Pires de Lima no governo é zero, cabe perguntar por que razão se mantém no cargo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 18:26


3 comentários

De Gil Teixeira a 17.10.2013 às 16:42

António Oliveira Salazar era um açambarcador de pastas ministeriais, quiçá para economizar os gastos ao contribuinte, sem pôr de parte a necessidade de alimentação do seu ego, ou ainda por ser o chefe que tudo controlava.

Entretanto a política foi descendo os patamares da política e os generais foram sendo substituídos por soldados rasos.

Descobriu-se agora que Pires de Lima, enquanto ministro das finanças, também é um soldado raso, quando se pensava que se alistara vestido de general.

O facto poderia ser preocupante, mas não o é.

Passos Coelho, o chefe do governo de Pires de Lima, também é um soldado raso ao serviço do povo germânico.

GT


De Anónimo a 17.10.2013 às 22:29

É pena não ser um Oficial "empreendedor" ou um Sargento "da Força 1", para soldados bastavam os que lá estavam e que nem fizeram a recruta.

De ty a 18.10.2013 às 11:19

O modelo de capitalismo está errado. Os banqueiros vivem sempre bem, fogem sempre das responsabilidades.

Enquanto não virmos o que está errado, nem sabemos em quem votar.

Mas precisa de um modelo novo ai isso precisava.

Comentar post








comentários recentes

  • Herói do Mar

    Estamos tramados com a geringonça do derrotado cos...

  • João Gil

    O lançamento de mísseis pela Coreia do Norte e o d...

  • Anónimo

    Luís Leitão gostei do teu comentário.O Trump seja ...

  • Anónimo

    Em defesa de Trump, esta situação é incrivelmente ...

  • João Braga

    Cada pais tem a sua cultura e a sua forma de viver...

  • singularis alentejanus

    Tão ladrão é o que vai ás uvas, como o que fica à ...

  • João Gil

    Só falta afirmar que a culpa do regime da Coreia d...

  • Anónimo

    caso não saiba, as eleições para a constituinte fo...

  • s o s

    carissimo, sendo que nao divaga, antes se restring...

  • Alfredo

    Pois,E só de pensar que temos em Portugal um parti...