Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os efeitos da crise.

Domingo, 07.11.10

Esta notícia de hoje do Público demonstra bem os dramáticos efeitos que a crise económica está a produzir em Portugal, sob a passividade de um Governo que apenas insiste em pedir cada vez mais sacrifícios a um povo já incapaz de os suportar, depois de ter criado um clima propício a um endividamento irresponsável. Alguém se lembra dos tempos eufóricos da Expo 98 e da entrada no euro? Pois nessa altura já qualquer economista minimamente esclarecido avisava de que o nosso endividamento externo era insustentável. Infelizmente, no entanto, nenhum político foi capaz de dizer a verdade aos portugueses e os resultados estão à vista.

 

O que mais me incomoda ao assistir a este dramático sofrimento de cada vez mais pessoas que não mereciam estar a passar por isto é a sensação de que não há quaisquer perspectivas de melhoria, nem sequer com a aprovação do Orçamento para 2011. Porque a única coisa que o Orçamento para 2011 pode conseguir é obter o prémio para a melhor obra de ficção escrita em 2010.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 09:04








comentários recentes

  • Anónimo

    caso não saiba, as eleições para a constituinte fo...

  • s o s

    carissimo, sendo que nao divaga, antes se restring...

  • Alfredo

    Pois,E só de pensar que temos em Portugal um parti...

  • Vasco

    São votos de mão no ar e por unanimidade à boa man...

  • Francisco Ribeiro

    Como rebate as posições contrárias da PGR e do Pro...

  • cheia

    Que adianta a quantidade?? 64 não chegam?? Mesmo q...

  • ANTONIO SILVA

    TEM TODA A RAZÃO! MAIS VALE TARDE DO QUE NUNCA! OS...

  • alfredo

    Caro Sr. Henrique Neto, Sou uns poucos anos mais n...

  • Francisco F.Martins

    Realmente este sr.Henrique Neto tem cara de quem e...

  • Etan Cohen

    Este senhor que, dizem, quando era novo andava de ...