Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A irresponsabilidade governativa

Sexta-feira, 30.04.10

Mesmo depois da queda abrupta do rating de Portugal e dos novos sacrifícios que todos os dias são impostos aos cidadãos, o Governo não é capaz de abandonar os projectos megalómanos de grandes obras públicas, insistindo na sua realização contra todas as evidências. Depois de no dia anterior ter concretizado o contrato para a construção de nova auto-estrada, ontem veio anunciar com pompa e circunstância que vai continuar a avançar com o TGV e o novo aeroporto, apesar dos elevadíssimos custos orçamentais desses projectos.

Este anúncio já não pode ser considerado como mera teimosia, sendo antes uma grave demonstração da total irresponsabilidade na condução da acção governativa. Ora, esta situação é politicamente insustentável. Não é possível manter em funções um Governo que todas os dias dá sinais contraditórios aos mercados, e se mostra absolutamente incapaz de resolver os graves problemas que ele próprio criou. Seja no quadro do actual parlamento, seja com novas eleições, é absolutamente essencial arranjar uma nova solução governativa, séria e credível, destinada exclusivamente a resolver a situação de emergência nacional em que estamos colocados. Como os actuais governantes já não têm credibilidade, deixar arrastar esta situação só agravará cada vez mais o estado do país. É altura de o Presidente da República e o Parlamento assumirem as responsabilidades que constitucionalmente possuem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 09:01





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Visitas

free hit counter




comentários recentes

  • Anónimo

    Julgávamos que o D Sebastião tinha morrido em Alcá...

  • Anónimo

    O amigo anónimo do syntagma nem faz ideia do que o...

  • Anónimo

    estude anónimoe muito fácil baixar de 11% . É cort...

  • Anónimo

    Discordo em absoluto. Se o meu caro syntagma expli...

  • Jaime Menezes

    Ontem vi e ouvi, uma estranha (ou talvez não) comé...

  • Anónimo

    E pronto, a sua experiência pessoal refuta as expe...

  • Anónimo

    Foi um grande empresário que construiu um império ...

  • Anónimo

    inteiramente de acordo. o inferno esta de parabens...

  • Anónimo

    Deus, tenha o Seu lado, Belmiro era português, por...

  • Anónimo

    O que muita gente tem e dor de cotovelo pois de um...