Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A revisão constitucional

Terça-feira, 13.09.11

 

É uma posição sensata esta a do PSD em abandonar o projecto de revisão constitucional em que desnecessariamente se tinha envolvido na legislatura anterior. Embora a constituição possa sempre ser mudada, não é numa época de crise e mesmo de emergência nacional que se consegue a serenidade necessária para ter um debate sério em torno do que deve ser a lei fundamental do país. Nem sequer concordo que se admita rever a constituição para obedecer a um ultimato resultante da cimeira Merkel-Sarkozy. As coisas devem ser vista numa perspectiva histórica e, se a constituição for revista apenas porque a Senhora Merkel e o Senhor Sarkozy assim o pediram, esta legislatura ficará na história como aquela em que os deputados reviram a constituição do país a mando de governantes estrangeiros. E, como aqui escrevi, um país que se dispõe a rever a sua constituição apenas porque um governante estrangeiro o pediu, não pode depois estranhar que a seguir também lhe mandem pôr a bandeira a meia-haste.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 07:09





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Visitas

free hit counter




comentários recentes

  • João Marcelino

    Hoje também se pode ler aqui no sapo um comentário...

  • Anónimo

    Correcto e o mesmo se passa com a venda directa do...

  • Anónimo

    A sua mãe também alega querer a independência. Vam...

  • Anónimo

    ...oh pá e o menino jesus não entra?

  • Anónimo

    Parece que a TABARNIA também quer a independência....

  • Anónimo

    Se estão, não deviam. Foi graças à Catalunha que P...

  • vitor neves

    ...os portugueses estão-se a marimbar para o Rajoy...

  • Anónimo

    Os independentistas ganharam. Está na altura de en...

  • vitor neves

    ...meu caro anónimo:Chamar-me "espanholista" sem s...

  • Anónimo

    A "fantochada" em que a Guarda Civil agrediu 900 e...