Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A nacionalização dos bancos.

Terça-feira, 15.11.11

(Imagem retirada daqui)

 

Tenho idade suficiente para me lembrar do PREC e devo dizer que todos os dias me parece assistir ao regresso de Vasco Gonçalves. Decretam-se dias de trabalho para a Nação, inventam-se classes privilegiadas como pretensas inimigas do povo, confiscam-se os seus rendimentos, e agora até se começa a falar em nacionalizar os bancos. E dizem alguns que este Governo é liberal. Infelizmente não consigo encontrar nenhum laivo de liberalismo nas medidas que estão a ser decretadas, parecendo-me antes de puro socialismo. Só os países socialistas é que tinham taxas de IRS tão elevadas, praticavam impunemente o confisco, e se dedicavam à nacionalização de empresas privadas. No caso presente da nacionalização dos bancos, vai-se fazer os contribuintes assumir o risco de negócios alheios, de cujo fracasso não têm nenhuma responsabilidade. Não vejo qualquer justificação  racional para que um banco, como qualquer outra empresa, não deva falir quando os seus administradores tomam decisões de investimento erradas. Desbaratar o dinheiro dos contribuintes numa nacionalização de prejuízos é absolutamente inaceitável. Se os lucros eram privados, os prejuízos também o devem ser.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 07:35





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Visitas

free hit counter




comentários recentes

  • Anónimo

    Tinha que vir a homofobia.

  • Jorge Mra

    Ele foi 1º ministro numa situação esdrúxula visto ...

  • Anónimo

    Este syntagma é danado. Não gosta do Santana flope...

  • Anónimo

    Esta é a versão portuguesa da lei de Godwin?

  • Anónimo

    Julgávamos que o D Sebastião tinha morrido em Alcá...

  • Anónimo

    O amigo anónimo do syntagma nem faz ideia do que o...

  • Anónimo

    estude anónimoe muito fácil baixar de 11% . É cort...

  • Anónimo

    Discordo em absoluto. Se o meu caro syntagma expli...

  • Jaime Menezes

    Ontem vi e ouvi, uma estranha (ou talvez não) comé...

  • Anónimo

    E pronto, a sua experiência pessoal refuta as expe...