Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A entrevista de Passos Coelho.

Quinta-feira, 13.09.12

 

Apesar da reverência com que os entrevistadores o trataram, Passos Coelho enterrou-se completamente na entrevista que deu. Não foi capaz de explicar minimamente o disparate da TSU. Disse que iria ter sucesso com essa medida, como se estivesse a proclamar um dogma de fé. Quando lhe disseram que até o Engº Belmiro de Azevedo estava contra, lembrou-se de lhe sugerir que baixasse os preços. Assumiu-se incapaz de renegociar as PPP, enquanto multiplica os cortes de salários. Respondeu ao argumento de que era forte com os fracos e fraco com os fortes dizendo que estava a poupar os funcionários e pensionistas de rendimentos mais baixos. Insiste que não estamos numa espiral recessiva, e quando lhe chamam a atenção para a quebra das receitas fiscais, disse que é porque se venderam menos carros, o que até é bom pois baixa as importações.

 

Já que falou de carros, a minha pergunta é apenas esta: alguém compraria um carro usado a alguém que viesse com uma conversa destas?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 23:26








comentários recentes

  • Anónimo

    caso não saiba, as eleições para a constituinte fo...

  • s o s

    carissimo, sendo que nao divaga, antes se restring...

  • Alfredo

    Pois,E só de pensar que temos em Portugal um parti...

  • Vasco

    São votos de mão no ar e por unanimidade à boa man...

  • Francisco Ribeiro

    Como rebate as posições contrárias da PGR e do Pro...

  • cheia

    Que adianta a quantidade?? 64 não chegam?? Mesmo q...

  • ANTONIO SILVA

    TEM TODA A RAZÃO! MAIS VALE TARDE DO QUE NUNCA! OS...

  • alfredo

    Caro Sr. Henrique Neto, Sou uns poucos anos mais n...

  • Francisco F.Martins

    Realmente este sr.Henrique Neto tem cara de quem e...

  • Etan Cohen

    Este senhor que, dizem, quando era novo andava de ...