Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A fantochada da Venezuela.

Domingo, 13.08.17

Acho que não houve ninguém que tenha descrito melhor o golpismo numa república sul-americana do que Hergé, com a sua inesquecível figura do General Tapioca. Mas a Venezuela chegou a um estado tal, com aquela assembleia constituinte, que já nem Hergé a conseguiria descrever num dos seus álbuns. Na verdade a tal "assembleia constituinte" deveria elaborar uma nova constituição, mas faz tudo menos isso, estando antes preocupada em legitimar a todo o custo a ditadura de Maduro. É assim que primeiro destitui a procuradora-geral do país e agora pretende alterar o calendário eleitoral das eleições regionais, antecipando-o em relação a uma data já marcada e com a qual os partidos já contavam. Mas o curioso é que o faz por unanimidade (!). Ou seja, naqueles 545 pseudo-deputados dessa pseudo-assembleia constituinte não se encontra uma única alminha que discorde das propostas que lá são apresentadas. Chamar-lhe assembleia de fantoches seria mais adequado. E, sinceramente, quando é que esta fantochada na Venezuela irá terminar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 08:19


4 comentários

De Vasco a 13.08.2017 às 18:04

São votos de mão no ar e por unanimidade à boa maneira comunista, admira-me a mim até um certo ponto como é que os chefes militares venezuelanos que já viveram em democracia aceitam tal regime sujeitando todo um país ao mais retrógrado sistema governativo do mundo mantendo todo um povo subjugado e manipulado por todos os meios, há certamente contrapartidas monetárias e chorudas a exemplo do que acontece noutros países por onde estes regimes impõem a sua ordem à base da força, infelizmente os valores humanos e a honra parece coisa muito fácil de se prostituir!.

De Alfredo a 13.08.2017 às 18:25

Pois,
E só de pensar que temos em Portugal um partido que apoia incondicionalmente o poder da Venezuela e o presidente Maduro... dá para ficar muito preocupado, afinal, que democracia defendem?

De s o s a 13.08.2017 às 22:33

carissimo, sendo que nao divaga, antes se restringindo á nova Assembleia, ainda assim nao percebi nada.

Foram ou nao foram eleitos ?

è estranho que estranhe a unanimidade, pois todos sabem, voce so pode saber, a oposiçao nao só nao concorreu , como fez tudo, incluindo barricadas nas ruas, para que a eleiçao nao acontecesse.

Noutros paises, até no nosso, outros "golpistas " tem antecipado as eleiçoes, isto na politica, mas tambem no futebol.

qual é o seu problema ?

Fale-me de angola. a ver enxergo o seu proposito.

De Anónimo a 14.08.2017 às 09:32

caso não saiba, as eleições para a constituinte foram marcada à revelia da constituição, que obriga a um referendo prévio para se aferir da vontade dos eleitores em eleger uma assembleia constituinte. (sim houve uma espécie de referendo, mas foi a oposição que o convocou, que não teve efeitos práticos, mas em que a grande maioria discordava das alterações à constituição).
Caso não saiba, os partidos da oposição não se candidataram, porque as regras fixadas por Maduro impediam candidatos dos partidos. Quando não faltavam candidatos ligados ao PSUV (partido do Poder) incluindo a mulher e o filho de Maduro (convenhamos que não devem ser os candidatos mais independentes...

Vai-me dizer que, no meio de tantos candidatos eleitos, supostamente independentes dos partidos políticos, todos aprovaram por unanimidade destituir a procuradora-geral (que ainda ia fazendo frente a decisões do Partido do Poder) e marcar novas eleições regionais fora do calendário definido, sem qualquer abstenção ou voto contra... 500 e tal deputados pensaram todos da mesma forma... estranho, para quem supostamente seria independente dos partidos.

A democracia tem regras, e têm que ser respeitadas... quando uma pessoa ou um partido querem alterar as regras para impedir que outros possam decidir, com ideias diferentes das suas........... convenhamos, é de Ditadura que estamos a falar.

Comentar post








comentários recentes

  • Herói do Mar

    Estamos tramados com a geringonça do derrotado cos...

  • João Gil

    O lançamento de mísseis pela Coreia do Norte e o d...

  • Anónimo

    Luís Leitão gostei do teu comentário.O Trump seja ...

  • Anónimo

    Em defesa de Trump, esta situação é incrivelmente ...

  • João Braga

    Cada pais tem a sua cultura e a sua forma de viver...

  • singularis alentejanus

    Tão ladrão é o que vai ás uvas, como o que fica à ...

  • João Gil

    Só falta afirmar que a culpa do regime da Coreia d...

  • Anónimo

    caso não saiba, as eleições para a constituinte fo...

  • s o s

    carissimo, sendo que nao divaga, antes se restring...

  • Alfredo

    Pois,E só de pensar que temos em Portugal um parti...