Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A ruína do euro.

Sexta-feira, 07.02.14

 

A visão que existe sobre a moeda europeia no estrangeiro é a de que não só o euro foi mal construído, como os europeus estão a fazer tudo para o destruir. E de facto a destruição do euro é o que parece ser o resultado mais provável da recente decisão do Tribunal Constitucional alemão que decidiu efectuar o reenvio prejudicial para o Tribunal de Justiça da União Europeia para esclarecer se considera a actuação do BCE de compra de dívida em conformidade com os Tratados, adiantando desde já a sua reprovação a essa actuação. Não sei qual será o pior dos resultados que daqui pode advir. Ou o Tribunal de Justiça da União Europeia declara a actuação do BCE em desconformidade com os tratados — e já se sabe que o BCE estará de futuro proibido de qualquer outra intervenção nesta área — ou dá a sua cobertura a essa actuação e o resultado pode ser a futura declaração de inconstitucionalidade dos tratados por contrariedade à constituição alemã. Em qualquer caso, estamos perante uma demonstração de que o Tribunal Constitucional Alemão se leva a sério e é imune a todas e quaisquer pressões. Este pode ser assim o dia da condenação definitiva do euro à ruína. Vamos ver as cenas dos próximos capítulos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 12:31








comentários recentes

  • Herói do Mar

    Estamos tramados com a geringonça do derrotado cos...

  • João Gil

    O lançamento de mísseis pela Coreia do Norte e o d...

  • Anónimo

    Luís Leitão gostei do teu comentário.O Trump seja ...

  • Anónimo

    Em defesa de Trump, esta situação é incrivelmente ...

  • João Braga

    Cada pais tem a sua cultura e a sua forma de viver...

  • singularis alentejanus

    Tão ladrão é o que vai ás uvas, como o que fica à ...

  • João Gil

    Só falta afirmar que a culpa do regime da Coreia d...

  • Anónimo

    caso não saiba, as eleições para a constituinte fo...

  • s o s

    carissimo, sendo que nao divaga, antes se restring...

  • Alfredo

    Pois,E só de pensar que temos em Portugal um parti...