Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A verdade a que temos direito.

Domingo, 23.07.17

Parece que alguém se lembrou de definir uns critérios quaisquer para excluir da lista oficial as "vítimas indirectas" do incêndio. Agora se compreendem melhor as palavras de António Costa que já tinha avisado que a informação devidamente organizada e estruturada é uma mais-valia para todos”. O país passou a viver com uma verdade oficial, a única a que temos direito. Por isso obviamente o Primeiro-Ministro diz que está tudo esclarecido. Pois está, pelo menos a seu respeito. E o nosso afectuoso Presidente, que há tempos garantia que iria ser tudo efectivamente investigado, o que tem a dizer sobre o assunto?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 08:51





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Visitas

free hit counter




comentários recentes

  • João Marcelino

    Hoje também se pode ler aqui no sapo um comentário...

  • Anónimo

    Correcto e o mesmo se passa com a venda directa do...

  • Anónimo

    A sua mãe também alega querer a independência. Vam...

  • Anónimo

    ...oh pá e o menino jesus não entra?

  • Anónimo

    Parece que a TABARNIA também quer a independência....

  • Anónimo

    Se estão, não deviam. Foi graças à Catalunha que P...

  • vitor neves

    ...os portugueses estão-se a marimbar para o Rajoy...

  • Anónimo

    Os independentistas ganharam. Está na altura de en...

  • vitor neves

    ...meu caro anónimo:Chamar-me "espanholista" sem s...

  • Anónimo

    A "fantochada" em que a Guarda Civil agrediu 900 e...