Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Antes tarde do que nunca!

Quarta-feira, 21.09.16

A polémica sobre o livro de José António Saraiva mostrou infelizmente ao público o pior de Pedro Passos Coelho: a precipitação, a ligeireza e a teimosia. Só a precipitação pode explicar que o líder da oposição de um país, que aspira a voltar a ser primeiro-ministro, aceite apresentar um livro sem sequer o ler. Só a ligeireza explica que, confrontado com o teor do livro, viesse desvalorizar o assunto, não se apercebendo da gravidade do mesmo. E por fim, só a teimosia pode explicar as suas declarações públicas a insistir na apresentação do livro, quando era para todos evidente que o mesmo não poderia ser apresentado.

 

Qualquer líder partidário tem obrigação de pensar nos interesses do partido que lidera antes de toda e qualquer consideração pessoal. O PSD tem o legado de Sá Carneiro, que nunca permitiu que a vida íntima dos adversários fosse explorada, mesmo quando ele próprio sofria ataques em razão da sua vida privada. Nunca um líder do PSD poderia por isso apadrinhar um livro com referências à vida íntima de políticos. Passos Coelho deveria ter sido o primeiro a reconhecer essa situação. Como pelos vistos não foi o caso, ainda bem que alguém lhe explicou o óbvio e ele finalmente percebeu. Antes tarde do que nunca!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 07:16


3 comentários

De Makiavel a 21.09.2016 às 10:05

Ainda assim, e fazendo fé no que vem saindo nos jornais, Passos Coelho terá pedido a Saraiva que o desobrigasse de tal tarefa. Nem os ditos no sítio ele tem para, pura e simplesmente, declinar tal tarefa, aproveitando para criticar tal lixo editorial.

De Anónimo a 21.09.2016 às 10:34

Passos é, acima de tudo, vaidoso e presunçoso.
A sede é tanta, que o ofusca e limita na inteligência, sobrando apenas alguma esperteza, na maior parte dos casos, saloia.
Este episódio prova-o.
A mim, sobra-me uma dúvida, em todo este "romance". quem o obrigou a aceitar? Quem o obrigou a desistir? .Apesar da dúvida, tenho as minhas suspeitas.

De José a 21.09.2016 às 11:18

Esse legado de Sá Carneiro já foi esquecido há uns largos anos, quando se optou por dizer que o Sócrates era homossexual, o que, para além de irrelevante, até parece que era mentira. Agora só se estaria a dar mais um passo em frente na falta de educação e bom senso no PSD. Nada que não estejamos habituados com o Passos Coelho.

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Visitas

free hit counter




comentários recentes

  • João Marcelino

    Hoje também se pode ler aqui no sapo um comentário...

  • Anónimo

    Correcto e o mesmo se passa com a venda directa do...

  • Anónimo

    A sua mãe também alega querer a independência. Vam...

  • Anónimo

    ...oh pá e o menino jesus não entra?

  • Anónimo

    Parece que a TABARNIA também quer a independência....

  • Anónimo

    Se estão, não deviam. Foi graças à Catalunha que P...

  • vitor neves

    ...os portugueses estão-se a marimbar para o Rajoy...

  • Anónimo

    Os independentistas ganharam. Está na altura de en...

  • vitor neves

    ...meu caro anónimo:Chamar-me "espanholista" sem s...

  • Anónimo

    A "fantochada" em que a Guarda Civil agrediu 900 e...