Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Carta ao eleitor indeciso.

Terça-feira, 25.08.15

 

Senhor eleitor indeciso:

Saberá que, em tempos, o voto foi uma actividade de gente séria, informada, culta, que comentava. Hoje, a coberto da confusão instalada entre a liberdade de votar e a imunidade de se abster, essa actividade é degradada por desqualificados, incapazes de terem uma opinião e discutirem as dos outros, que recorrem  à indecisão reles e cobarde, em lugar de preencher os quadrados nos boletins de voto que lhes estão reservados. Quem se julga para se arrogar a legitimidade de julgar o carácter de quem não conhece? Como não vale a pena processá-lo, envio-lhe esta carta para que não tenha a ilusão que lhe admito julgamentos de carácter, nem tenha dúvidas sobre o que penso a respeito da sua indecisão.

António Costa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Luís Menezes Leitão às 19:38





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Visitas

free hit counter




comentários recentes

  • Anónimo

    Nem o partido do Valls o quis! E assim que o que r...

  • Anónimo

    Os ultra-nacionalistas espanhóis vão a Barcelona a...

  • Anónimo

    Quando a Espanha anexou Portugal em 1580 também o ...

  • Anónimo

    A UE apoiou o Kosovo quando o Kosovo desrespeitou ...

  • Anónimo

    o anonimo so demostra que nao evoluiu como as pess...

  • Anónimo

    Tudo o que o Governo de Madrid fez até agora está ...

  • Anónimo

    Realmente é uma vergonha que a UE não ajude a Cata...

  • Rodericum

    É incrível que isto se passe em pleno século XXI, ...

  • Anónimo

    Se gostas tanto da Hungria, emigra para lá! Mas ol...

  • Jorge

    Boa noite a tod@s.Fiquei estupefacto com este arti...