Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Freedom is not free.

Domingo, 15.11.15

Hoje a França bombardeou territórios do Estado Islâmico, dando assim uma resposta militar ao que foi um verdadeiro acto de guerra contra civis inocentes. Essa resposta só faz, no entanto, sentido se for para preparar uma invasão terrestre. Por muito que evolua a tecnologia, uma guerra só se ganha colocando tropas no terreno e ocupando o território do inimigo.

 

Neste momento, a guerra é de facto a única defesa possível, perante uma horda de bárbaros, que atacou brutalmente o coração da Europa. E não vale a pena sonhar com uma resposta política ou lamentar estarmos a perder tudo o que tínhamos garantido na Europa. Não é a política que vai paralisar os futuros ataques, a não ser que essa política seja a rendição pura e simples, caso em que, aí sim, perderíamos de facto tudo o que temos. E só temos garantido aquilo que estamos dispostos a defender, por muito que isso nos custe. 

 

Há muito que os americanos sabem isso, que exprimem numa frase que diz tudo: "Freedom is not free". É bom que os europeus também o aprendam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 22:14








comentários recentes

  • ANTONIO

    E DIGO SO NESTAS ALTURAS APARECE OS ESPERTOS A FAZ...

  • SerranoOnline

    Começo por aplaudir o post que considero ser dos m...

  • Herói do Mar

    João Ferreira Dias escreveu: "Porque o anterior Pr...

  • Anónimo

    O ministro da Agricultura já Foi Ministro da Mesma...

  • Makiavel

    "E finalmente, fiquei a pensar como foi possível o...

  • HD

    Já nem percebe nada desta parceria conveniente :)

  • Rui Pinto

    Serviços públicos? Li hoje a Lei n.º 42/2012, de 2...

  • zé pagante

    Luís Menezes Leitão, o Papa Francisco pediu amnist...

  • Anónimo

    Acho interessante que esteja toda a gente contra a...

  • Anónimo

    Pois acho que sim. Os muçulmanos, Hindus, Budistas...