Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mário Soares (1924-2017)

Sábado, 07.01.17

É quase impossível exprimir o sentimento de perda perante o desaparecimento de Mário Soares, o verdadeiro fundador do regime democrático, que a ele deve praticamente tudo. Na verdade Mário Soares foi simultaneamente a maior figura da oposição ao regime anterior, o político combativo que enfrentou na rua a deriva totalitária durante a revolução, o homem que construiu a nossa constituição e depois aceitou revê-la num sentido mais liberalizante, e finalmente o homem que comandou a integração de Portugal na Europa. Três vezes primeiro-ministro, duas vezes presidente da república, Mário Soares é seguramente a maior figura política do actual regime constitucional.

 

Nesta hora em que nos deixa, acho que a melhor forma de o recordar é evocando as palavras de André Malraux em 1946 sobre outro grande estadista, o General de Gaulle, cuja manifestação nos Champs Elysées contra o Maio de 1968, aliás inspiraria Soares no comício da Fonte Luminosa: "Conheci um número relativamente elevado de homens de Estado, mas nenhum — e de longe — que tivesse a sua grandeza. Para compreender a sua acção é preciso não esquecer que ele é um homem de destino e que sabe que o é. O homem de um grande destino, talvez trágico, de qualquer forma dramático… Fazem-me rir todos aqueles grotescos que lhe pedem contas. Não o seguimos para sermos pagos. Ele não deve nada a ninguém". É o país em geral que tem uma dívida enorme a Mário Soares e que, neste momento em que nos deixa, deveria reconhecer adequadamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 17:58





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Visitas

free hit counter




comentários recentes

  • Anónimo

    Nem o partido do Valls o quis! E assim que o que r...

  • Anónimo

    Os ultra-nacionalistas espanhóis vão a Barcelona a...

  • Anónimo

    Quando a Espanha anexou Portugal em 1580 também o ...

  • Anónimo

    A UE apoiou o Kosovo quando o Kosovo desrespeitou ...

  • Anónimo

    o anonimo so demostra que nao evoluiu como as pess...

  • Anónimo

    Tudo o que o Governo de Madrid fez até agora está ...

  • Anónimo

    Realmente é uma vergonha que a UE não ajude a Cata...

  • Rodericum

    É incrível que isto se passe em pleno século XXI, ...

  • Anónimo

    Se gostas tanto da Hungria, emigra para lá! Mas ol...

  • Jorge

    Boa noite a tod@s.Fiquei estupefacto com este arti...