Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Viagem ao Egipto (1).

Quarta-feira, 04.01.17

DSC00123.JPG 

Há imenso tempo que andava a planear uma viagem ao Egipto, que fui sucessivamente adiando devido às confusões em que infelizmente se conseguiu colocar o mundo árabe. Mas este ano jurei que seria a altura e nem um atentado no Cairo nas vésperas da viagem, a que se somou outro atentado em Istambul, cidade onde fiz escala por duas vezes, me fez dissuadir desse objectivo. Os terroristas não podem matar toda a gente, e a melhor atitude a tomar é não deixarmos que os atentados influenciem o nosso comportamento. A aposta foi ganha, uma vez que a viagem foi extremamente tranquila.

 

O Egipto é um autêntico museu a céu aberto, e quando julgamos que já vimos tudo o que nos poderia deslumbrar, somos surpreendidos com algo ainda mais grandioso. Na verdade, não há no mundo mediterrânico civilização mais perene do que a civilização egípcia. O Império Romano durou cerca de quinhentos anos, a Grécia Antiga cerca de mil anos, mas o antigo Egipto perdurou por mais de três mil anos. No Egipto o passado e o presente estão profundamente ligados, sendo impressionante a quantidade de testemunhos históricos que ainda hoje se continuam a descobrir. 

 

Curiosamente, a porta de entrada neste mundo mágico é uma cidade perfeitamente banal, o Cairo. Com uma população de cerca de oito milhões de habitantes, e uma área urbana de 23 milhões de pessoas, o Cairo é a maior cidade de África. Especialmente caótica em termos de trânsito, uma vez que nos explicaram que a regra ali é a de que quem tem pressa tem prioridade. Como resultado, os sinais vernelhos são considerados simples decorações de mau gosto. Por pouco não nos ocorreram vários acidentes, mas a perícia dos condutores, que encaram cada viagem como um rally urbano, evita consequências piores.

 

Em qualquer caso é irresistível o pitoresco do Cairo velho, especialmente um passeio nos seus mercados, com inúmeros comerciantes, que vendem exactamente as mesmas coisas, a tentar apanhar qualquer turista desprevenido.

DSC00251.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 05:17





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Visitas

free hit counter




comentários recentes

  • Anónimo

    Julgávamos que o D Sebastião tinha morrido em Alcá...

  • Anónimo

    O amigo anónimo do syntagma nem faz ideia do que o...

  • Anónimo

    estude anónimoe muito fácil baixar de 11% . É cort...

  • Anónimo

    Discordo em absoluto. Se o meu caro syntagma expli...

  • Jaime Menezes

    Ontem vi e ouvi, uma estranha (ou talvez não) comé...

  • Anónimo

    E pronto, a sua experiência pessoal refuta as expe...

  • Anónimo

    Foi um grande empresário que construiu um império ...

  • Anónimo

    inteiramente de acordo. o inferno esta de parabens...

  • Anónimo

    Deus, tenha o Seu lado, Belmiro era português, por...

  • Anónimo

    O que muita gente tem e dor de cotovelo pois de um...