Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Viagem a Israel (11).

Sábado, 04.01.20

81746034_3382974235062287_9193326374092275712_n.jp

81752282_3382974301728947_5083316098028273664_n.jp

81063519_3382974358395608_7417576084046086144_n.jp

81134382_3382974438395600_7033334011799797760_n.jp

Impressionante a visita à Fortaleza de Massada, junto ao Mar Morto, onde os Judeus foram cercados pelos Romanos em 72 d.C., logo após a destruição de Jerusalém. Tomaram a decisão de ali morrer pois preferiram a morte à escravatura. Um símbolo da liberdade e da resistência ao opressor que ainda hoje é recordado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 05:47

Viagem a Israel (10).

Sexta-feira, 03.01.20

81942972_3380493881976989_3569873574011338752_n.jp

81146149_3380493921976985_2902921532978233344_n.jp

81223693_3380494005310310_1406324480581566464_n.jp

Antes de entrar nas muralhas de Jerusalém encontra-se o Monte Sião com o túmulo do Rei David e o Cenáculo onde teria tido lugar a última ceia. Como o lugar data da época das cruzadas é manifesto que nunca poderia estar aqui o túmulo de David. No entanto os judeus começaram a querer prestar veneração ao lugar, o que ainda hoje fazem. Na altura foram impedidos de o fazer pelos franciscanos, o que levou os judeus a apelar para o Sultão do Cairo, Barsbay, que não esteve com meias medidas e expulsou ambos os infiéis, que ocupavam o túmulo do Profeta David. Consta que mais tarde, quando Suleimão o Magnífico, se apercebeu que o túmulo estava fora das muralhas que mandara construir, mandou executar os dois arquitectos, dizendo os guias que os seus corpos foram colocados nas muralhas. Se a lenda é melhor do que o facto, imprima-se a lenda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 05:21

Viagem a Israel (9).

Quinta-feira, 02.01.20

81202113_3379316642094713_3564478133014888448_n.jp

82195552_3379316715428039_6676215293682909184_n.jp

81672287_3379316865428024_988305097597386752_n.jpg

Benjamin Disraeli escreveu que “a vista de Jerusalém é a história do mundo; é mais do que isso; é a história do céu e da terra”. É pelo menos a cidade do mundo mais vezes conquistada e mais vezes destruída. Primeiro por Nabucodonosor, Rei da Babilónia, em 587 a. C., depois pelo Imperador Tito em 70 d. C., e finalmente pelo Imperador Adriano em 135 que até lhe mudou o nome para Elia Capitolina. Sempre a cidade se reergueu mas sempre se transfigurou. No Monte Moriá, onde Abraão tentou o sacrifício de Isaac, e onde Salomão construi o seu templo, ergue-se hoje a muito islâmica Cúpula da Rocha. Mas os historiadores refizeram em maqueta o que foi antigamente esta cidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 17:43

Viagem a Israel (8).

Quinta-feira, 02.01.20

81124035_3378189138874130_5544226656517881856_n-1.

81376387_3378189188874125_6951007992770723840_n.jp

81789888_3378189282207449_747454129185488896_n.jpg

81943024_3378189355540775_280414261522464768_n.jpgÉ interessante em Belém a visita à Basílica da Natividade. A Basílica teve a sorte de ser poupada à destruição dos lugares santos pelos persas, ao que consta, porque viram que um dos Reis Magos tinha um turbante persa. A porta de entrada está reduzida em relação ao que era na época das cruzadas e na época bizantina para não deixar entrar invasores montados a cavalo. Lá dentro encontram-se três igrejas, Arménia, Católica e Ortodoxa e a gruta onde segundo a tradição terá nascido Jesus Cristo, lugar onde só se acede depois de aguardar horas na fila. Historicamente é pouco credível o nascimento de Cristo em Belém, que fica a 200 km de Nazaré. A deslocação é explicada pela necessidade de obedecer a um censo, mas o censo de Quirino só teve lugar em 6 d.c., vários anos após o nascimento de Jesus. Mas era importante para se cumprirem as profecias o seu nascimento na cidade do Rei David, e ainda hoje é lá que o mesmo se assinala.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 06:59

Viagem a Israel (7).

Quarta-feira, 01.01.20

81479629_3376214972404880_6550423149056360448_n.jp

81511937_3376215245738186_6833863816334278656_n-1.

80790664_3376215449071499_8965413633882324992_n.jp

80781259_3376215092404868_251129795813834752_n.jpg

Manhã de ano novo passada em território da Palestina. Separada de Israel por um gigantesco muro a fazer lembrar o de Berlim, esta mantém colonatos judaicos neste território. Dois povos vivendo completamente de costas voltadas num território tão pequeno.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 16:58

Viagem a Israel (6).

Quarta-feira, 01.01.20

81398912_3375275595832151_3815258606253637632_n.jp

80996849_3375275665832144_2867477053374988288_n.jp

82072321_3375275755832135_6885526552008720384_n.jp

81430644_3375275812498796_6414838045203234816_n.jp

Em Nazaré vale a pena ver a Basílica da Anunciação, construída sobre o lugar onde, segundo a lenda, Maria terá recebido a visita do anjo Gabriel e que como tal é venerado pelos cristãos desde o século I. Em latim surge a frase “verbum caro hic factum est”: Aqui o verbo se fez carne. A Basílica recebe imagens de Maria vindas de todo o mundo não faltando sequer uma de Fátima.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 03:49

Viagem a Israel (5).

Terça-feira, 31.12.19

81126096_3372448732781504_9138665420532744192_n.jp

81125713_3372448816114829_8095028091757264896_n.jp

80631190_3372448876114823_3966346270007623680_n.jp

81042603_3372448929448151_7916156602393034752_n.jp

80593633_3372449029448141_4614428986406076416_n.jp

Subida ao Monte das Bem-Aventuranças onde, segundo a lenda, Cristo terá proferido o sermão da Montanha. Curiosamente a paisagem é verde, como todo o Norte de Israel, ao contrário da representação habitual desta cena nos filmes. Por todo o lado surgem estes versículos, de enorme beleza literária. Mas é especialmente curioso encontrar este texto como agradecimento pelo salvamento de centenas de milhar de refugiados vietnamitas, que fugiram de barco após a invasão de 1975. Faz-nos recordar os migrantes que todos os dias arriscam a vida nas águas do Mediterrâneo às portas da Europa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 04:53

Viagem a Israel (4).

Segunda-feira, 30.12.19

81594009_3371134412912936_3451275289152192512_n-1.

80418021_3371134616246249_8416052317035429888_n.jp

80700037_3371134526246258_6011257539109322752_n.jp

81446114_3371134716246239_1167221005513392128_n.jp

A norte de Haifa encontra-se Acre, a cidade conquistada a Saladino por Ricardo Coração de Leão que depois a entregou à Ordem dos Hospitalários. Uma fortaleza imponente onde a memória dos Cruzados se encontra presente. Mas a fraqueza dos Cruzados está patente na célebre mensagem que Ricardo Coração de Leão dirigiu a Saladino, desejando uma batalha breve pois pretendia ir passar o Natal no seu país. Saladino respondeu que não se preocupava com esse assunto pois estava no seu país, onde iria passar o ano todo e os anos seguintes se fosse necessário. Uma vitória com tropas estrangeiras é sempre efémera. Mas fica para a eternidade o registo da sua passagem por esta terra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 16:49

Viagem a Israel (3).

Segunda-feira, 30.12.19
80435403_3369964516363259_3620980699831468032_n.jp

80520836_3369964613029916_2097478499118874624_n.jp

80623330_3369964696363241_1082985323765432320_n.jp

81693024_3369964753029902_4723931625748955136_n.jpImpressionante a vista de Haifa a partir do Monte Carmelo, onde se encontra um mosteiro que simultaneamente se presta culto ao Profeta Elias e a Nossa Senhora do Carmo. Mais à frente encontram-se os jardins que servem de santuário à Fé bahá’i, uma religião monoteísta de origem persa. Mais uma vez a enorme diversidade religiosa deste país. Na primeira fotografia vê-se o Líbano ao fundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 05:52

Viagem a Israel (2).

Domingo, 29.12.19

80981071_3368564373169940_5949759886672789504_n.jp

81602682_3368564459836598_4076790164318322688_n.jp

80683665_3368564539836590_5562509280029966336_n.jp

80517189_3368564609836583_3856771681372602368_n.jp

80411154_3368564693169908_5479748344022564864_n.jpÉ imperdível uma visita a Cesareia Marítima, a cidade fundada pelo Rei Herodes, o Grande, onde se encontram importantes ruínas romanas, como o teatro e o hipódromo, onde se organizavam os jogos de circo. Aqui foi descoberta em 1961 uma pedra que relata uma homenagem feita ao Imperador Tibério por Pôncio Pilatos, prefeito da Judeia, o único registo desta célebre personagem do evangelho. Mas do magnífico palácio do Rei Herodes, construído junto ao mar, resta apenas o chão e uma muralha, que teima em não ser engolida pelas águas. Sic transit gloria mundi.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 16:52





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031




comentários recentes

  • Anónimo

    Com ele vivi os momentos mais belos da democracia,...

  • Anónimo

    Muito bom e foi importante referir a sua atitude, ...

  • Anónimo

    Os grandes homens fazem os pequenos parecer ainda ...

  • Filomena Lemos Veloso

    Excelente

  • Anónimo

    Já reservar umas tantas vagas para estrangeiros qu...

  • Anónimo

    MRS é constitucionalista, professor catedrático. T...

  • Sarin

    Há uns meses largos, talvez anos, não percebia mui...

  • Anónimo

    "quando existe um ataque desta ordem por parte de ...

  • João Marcelino

    Depois do que aconteceu na Nova Zelândia, era de e...

  • Manuel da Rocha

    Quando o parlamento vota propostas que se contrapõ...




subscrever feeds