Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um parlamento vazio.

Terça-feira, 04.07.17

Queixa-se Juncker com razão de que é ridículo o Parlamento Europeu estar quase vazio para fazer um balanço da presidência de Malta. É estranho ele só reparar nisto agora, pois eu tenho visto sempre os deputados portugueses a discursarem para uma sala vazia. Tal é a consequência de termos instituições europeias que não servem absolutamente para nada. Se o Parlamento Europeu se levasse a sério estabeleceria um quorum mínimo de funcionamento, coisa que até uma assembleia de condomínio tem. Mas como isto é tudo a fazer de conta, salvo nos principescos ordenados pagos aos deputados europeus, o Parlamento Europeu pode funcionar completamente vazio, que ninguém quer saber. Afinal de contas para que serve um Parlamento sem iniciativa legislativa? Criticaram o Brexit mas ponham mas é os olhos no Parlamento Britânico, que está sempre cheio. É a diferença entre uma instituição parlamentar a sério e outra de faz de conta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 21:19





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




comentários recentes

  • Manuel Nunes Francisco

    Então estamos à vontade, podendo avançar com o san...

  • Anónimo

    Olivença é a menor das preocupações no Estado Espa...

  • Anónimo

    Concordo na íntegra e dizendo mais, na minha modes...

  • Anónimo

    Caro anónimo espanhol,Não sei se esteve atento nas...

  • Anónimo

    Caro anónimo Vasconcelos,O uso da Grândola deveu-s...

  • Alda Fernandes

    Oh! sr. anónimo espanhol? (será?)Quem diria que af...

  • Teresa

    Cuando afirmo a que "arriscam-se a apalhaçar a mes...

  • Anónimo

    Es facil tener una opinion viendo los toros desde ...

  • Teresa

    (anterior comentário seguiu sem identificação)Gent...

  • Anónimo

    Gente peculiar nuestros hermanos Grândola Vila Mor...




subscrever feeds