Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sobre o joelho.

Quinta-feira, 18.06.15

A Grécia precisa urgentemente  de um empréstimo de 7,2 mil milhões de euros. Já declarou que não vai pagar os empréstimos que lhe foram concedidos pelo FMI. Apesar disso, acha que os credores lhe vão fazer esse empréstimo, sem se comprometer com quaisquer reformas que sejam. Tudo graças ao seu brilhante Ministro das Finanças, que antes era um "economista acidental" e agora é um "político relutante". Tão relutante que nem sequer está apegado ao seu gabinete, preferindo assumir-se como a estrela mediática que é, e passear de mota e casaco de couro. Mas o Ministro das Finanças fala a verdade, ao assumir que "a Grécia não precisa de liquidez, está é insolvente. E não há empréstimo que a cure". Mas então o que pode salvar a Grécia? Não é o investimento dos outros, mas "a generosidade do espírito". O Ministro das Finanças grego é um optimista e até acha que vai "consertar o euro". Deve ser isso o que está fazer, sentado no chão do parlamento grego a trabalhar sobre o joelho. Porque de facto o que a sua actuação tem demonstrado ao longo destes meses é o seu total amadorismo e a sua absoluta impreparação, que os gregos vão pagar caro. E então o "político relutante" voltará calmamente aos meios académicos, deixando atrás de si uma verdadeira tragédia grega. A política é uma coisa demasiado séria para ser entregue a amadores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 07:41





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930




comentários recentes

  • Manuel Nunes Francisco

    Então estamos à vontade, podendo avançar com o san...

  • Anónimo

    Olivença é a menor das preocupações no Estado Espa...

  • Anónimo

    Concordo na íntegra e dizendo mais, na minha modes...

  • Anónimo

    Caro anónimo espanhol,Não sei se esteve atento nas...

  • Anónimo

    Caro anónimo Vasconcelos,O uso da Grândola deveu-s...

  • Alda Fernandes

    Oh! sr. anónimo espanhol? (será?)Quem diria que af...

  • Teresa

    Cuando afirmo a que "arriscam-se a apalhaçar a mes...

  • Anónimo

    Es facil tener una opinion viendo los toros desde ...

  • Teresa

    (anterior comentário seguiu sem identificação)Gent...

  • Anónimo

    Gente peculiar nuestros hermanos Grândola Vila Mor...