Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um gesto simbólico.

Terça-feira, 17.04.18

-1.jpeg

Foi um gesto altamente simbólico os deputados catalães terem cantado a Grândola, Vila Morena, no Parlamento Espanhol aquando da visita de Marcelo. E ainda mais simbólico foi o facto de os deputados espanhóis terem feito barulho para abafar o som da canção. Na Catalunha há muitos que querem a liberdade de decidir o seu destino, enquanto que outros procuram calar a sua voz. Mas da mesma forma que no Portugal de 1974, a Grândola Vila Morena cantada pelos catalães é um hino à liberdade que nenhuma repressão conseguirá silenciar.

 

Quanto ao resto, é irrelevante que o partido que começou por ser Ciutadans e agora se converteu em Ciudadanos, para demonstrar que de catalão afinal não tem nada, esteja à frente das sondagens em Espanha. No parlamento da Catalunha há uma maioria independentista a quem está a ser negada a possibilidade de formar governo com a sistemática prisão dos deputados eleitos pelo povo, com base em acusações ridículas que em toda a Europa têm sido completamente rechaçadas pelos tribunais.

 

Os catalães têm o direito a decidir pela autodeterminação da sua região e não é toda a Espanha que pode decidir por eles, assim como não foi toda a URSS que votou a independência da Estónia ou toda a Jugoslávia que votou a independência da Eslovénia. Se acham que há menos de metade do eleitorado da Catalunha a favor da independência, nada mais simples do que fazer um referendo e tirar as dúvidas. E não vale a pena inventar ficções como a Tabárnia ou dizer que os políticos que estão na prisão pelas suas convicções não são presos políticos. Resolva-se a questão catalã num referendo como se fez na Escócia e no Quebeque, em ambos os casos contra a independência. Assim como está é que não pode ficar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 19:16


10 comentários

De Anónimo a 18.04.2018 às 14:49

Gente peculiar nuestros hermanos

Grândola Vila Morena no Parlamento. Bella Ciao na Casa de Papel. Não têm uma que seja SÓ deles?!

Tal como o Fado Boémio e Vadio atirado ali no episódio da Casa de Papel sem que se perceba porquê e para quê (o Bella Ciao entende-se), como, agora, o Grândola Vila Morena no Parlamento perante o Chefe de Estado Português, diz-me que é mais para granjear espectadores/apoiantes à causa, do lado de cá, do que propriamente um grito de não silenciamento à causa (que já não podem silenciar, dê por onde der). Mas arriscam-se a apalhaçar a mesma. Mas só na minha opinião que vale o que vale. Nada.

Grândola Vila Morena se tivesse sido "usada" assim, então, e ainda não tínhamos feriado para a semana

De Anónimo a 18.04.2018 às 15:59

Es facil tener una opinion viendo los toros desde fuera, esos patriotas y superdemocraticos catalanes, casi todos inmersos en casos flagrantes de corrupcion, no usaron el himno del 25 de abril en su significado de libertad, es su estrategia de formar barullo y salir en los periodicos
Ademas de incumplir todas las leyes, españolas y catalanas, no saben comportarse cunado viene un invitado
Una pena que desde Portugal se tenga esa vision de España como tiene el autor de es delirante y nada objetivo articulo

De Teresa a 18.04.2018 às 17:32

Cuando afirmo a que "arriscam-se a apalhaçar a mesma" quiero decir lo que sugeres - usando un tema que no es suyo, un tema que se cantó durante una operación y que nosotros los Portugueses sabemos lo que quiere decir cada estrofe y a que momento de la revolución corresponde - que los catalanes usando la misma hacen un pobre y una payasada a su causa.
Que no argumento si es valida o no porque no es mi Patria ni mi "guerra"...
Pero consideré, considero, como Portuguesa, que fue una idea muy poco brillante y sinal de falta de cultura. Mejor estaria el Bella Ciao pero tampoco seria lo apropriado. Y ahora con lo gasto que se torna con lo de la Casa De Papel
Si estamos fuera. Y yo no comparto la visión del autor del blog porque tengo amigos catalanes, pero otros. Así que no es la visión de España desde Portugal pero de alguns Portugueses. Como allá. De algunos catalanes...

De Alda Fernandes a 19.04.2018 às 09:47

Oh! sr. anónimo espanhol? (será?)
Quem diria que afinal são os catalães que, e transcrevo "casi todos inmersos en casos flagrantes de corrupcion". O sr. tem palas nos olhos, ou afinal as notícias que surgem sobre os corruptos do PP, são uma mentira? ou uma invenção? é que pelo que sei e ouço constantemente nas notícias (vivo juntinho à fronteira) até lideram o governo de espanha...

De Anónimo a 19.04.2018 às 21:42

Caro anónimo espanhol,

Não sei se esteve atento nas aulas de História, mas suponho que saiba que Portugal se separou do Reino Espanhol. É natural que nós portugueses tenhamos essa visão do Estado Espanhol, o qual, ao contrário de Portugal, não se livrou do fascismo nos anos 70.

Quanto às acusações de corrupção, há uma expressão portuguesa para isso: "diz o roto ao nu".

De Anónimo a 19.04.2018 às 21:40

Caro anónimo Vasconcelos,

O uso da Grândola deveu-se ao facto de o Presidente da República Portuguesa estar no congresso espanhol. Se fosse o Presidente da República Italiana, suponho que cantassem a música anti-fascista italiana Bella Ciao. Há muitas músicas catalãs como por exemplo o hino "Els Segadors".

Quanto a feriados, no Estado Espanhol não são feriados nem o 25 de Abril nem o 1 de Dezembro.

De Teresa a 18.04.2018 às 14:50

(anterior comentário seguiu sem identificação)

Gente peculiar nuestros hermanos

Grândola Vila Morena no Parlamento. Bella Ciao na Casa de Papel. Não têm uma que seja SÓ deles?!

Tal como o Fado Boémio e Vadio atirado ali no episódio da Casa de Papel sem que se perceba porquê e para quê (o Bella Ciao entende-se), como, agora, o Grândola Vila Morena no Parlamento perante o Chefe de Estado Português, diz-me que é mais para granjear espectadores/apoiantes à causa, do lado de cá, do que propriamente um grito de não silenciamento à causa (que já não podem silenciar, dê por onde der). Mas arriscam-se a apalhaçar a mesma. Mas só na minha opinião que vale o que vale. Nada.

Grândola Vila Morena se tivesse sido "usada" assim, então, e ainda não tínhamos feriado para a semana

De Anónimo a 20.04.2018 às 17:19

Concordo na íntegra e dizendo mais, na minha modesta opinião, que o povo catalão, no parlamento e não só, tentou passar a mensagem que, em Portugal e perante Espanha, algo continua e deveria ser resolvido de uma vez por todas... Olivença!!

De Anónimo a 20.04.2018 às 20:52

Olivença é a menor das preocupações no Estado Espanhol.

De Manuel Nunes Francisco a 21.04.2018 às 01:04

Então estamos à vontade, podendo avançar com o sanar da situação... Boa! Quando será a proposta no Parlamento!?... Para o dia de São Nunca à Tarde... à portuguesa!! Muito gostamos de comer à mão dos outros...

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930




comentários recentes

  • Anónimo

    Pelo menos ainda nenhum deles rompeu o acordo irre...

  • Anónimo

    Ascendência...

  • Ray Sousa

    Trump nunca sabe o que diz e muda de ideia 10 veze...

  • Anónimo

    Subscrevo. A NATO é uma organização criminosa que ...

  • Nuno

    Tomara mesmo que acabem duma vez. A NATO não serve...

  • Makiavel

    Já o vi a escrever melhor.Está a precisar de féria...

  • Anónimo

    Estefânia Clitoris, isto é, "Daniels foi detida po...

  • Anónimo

    "A continuarmos nisto, a NATO já era." Tomara que ...

  • Anónimo

    Irrealista é haver uma minoria, o lobby das tourad...

  • Anónimo

    Vou meter aqui o link que outra pessoa meteu relat...