Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma condecoração merecida.

Domingo, 28.01.18

Há muito tempo que acho que estas convulsões em torno da Catalunha, que não há meio de cessarem, demonstram a profunda crise que atinge a monarquia espanhola. Na verdade, é paradoxal que um chefe de Estado vitalício e não eleito venha discursar a dar lições de democracia ao povo catalão, quando o Estado espanhol obriga à prisão ou ao exílio aqueles que o povo elegeu, nem sequer permitindo que um parlamento democrático eleja quem entende para governar o povo que representa.
 
Deparei, porém, agora com esta notícia de que Filipe VI vai impor a mais alta condecoração da Coroa Espanhola à sua própria filha, que a recebeu com apenas 10 anos de idade. Que há a dizer de um país em que o chefe de Estado condecora a sua filha, ainda uma criança, com uma alta condecoração do Estado, enquanto que os representantes do povo catalão estão na prisão e no exílio por delitos políticos? Depois disto não me admira nada que os catalães queiram ser republicanos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 14:29





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031




comentários recentes

  • Anónimo

    Aconselho ao Luís que emigre para a China. Lá quem...

  • Anónimo

    Disparate! O PSD nunca foi tão PSD como no tempo d...

  • Anónimo

    Foi o 1o líder do PSD que eu considero votar desde...

  • O sátiro

    Manifestamente RR está a ser um desastre que ning...

  • Financiador de Subsídios

    Claro, Os gajos de direita são uns ladrões que "ro...

  • Anónimo

    Mais um polvo que está a sentir as ventosas a desa...

  • Jose Hilario Jesus

    Este papagaio, canta ,canta,mas não encanta, está ...

  • Anónimo

    Mas o que é que esta tomada de posição tem a ver c...

  • Anónimo

    O RR é um cepo. Sempre foi. Não passa dum merceeir...

  • Anónimo

    Caro Luis Leitão julgo que andou demasiado tempo à...