Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Vitória de Seguro por K.O.

Terça-feira, 09.09.14

 

 

Com grande surpresa minha, António José Seguro esmagou completamente António Costa. Não apenas pôs a nu todas as suas contradições passadas como também demonstrou que ele não tem qualquer solução concreta para a actual crise no país. António Costa limita-se a papaguear que tem uma agenda para a década, mas não é sequer capaz de responder qual a política fiscal que defende, o que é confrangedor num candidato a primeiro-ministro. Pelo contrário, António José Seguro entrou a matar, acusando o seu adversário de traição, e mostrou-se muito mais bem preparado em todas as questões, encostando sempre o seu adversário às cordas. Acho que os debates não vão alterar a tendência existente a favor de Costa, mas é evidente que Seguro vai vender cara a derrota. Mas, ao contrário do que se pensava, o PSD até pode ficar com a vida mais facilitada com António Costa na liderança do PS do que com António José Seguro. Na verdade, se António Costa é esmagado desta forma por António José Seguro, imagine-se se o seu interlocutor no debate fosse Passos Coelho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Luís Menezes Leitão às 21:44


2 comentários

De Leonor a 09.09.2014 às 22:13

A última frase revela a atribuição de créditos que Passos Coelho não tem, nem merece. Pelo contrário, fartou-se de prometer aquilo que depois não cumpriu. Daí que AC é muito mais coerente com a postura de um político coerente e responsável - o que ficou demonstrado no debate - do que PC e AJS.
Qualquer pessoa que tenha experiência governativa (seja de uma câmara, de um organismo, etc) sabe, de antemão, que há coisas que não podem ser prometidas antecipadamente pela simples razão de que há sempre, para quem está na oposição, imponderáveis. Ou seja, por mais competente que o líder da oposição seja, por mais estudo que dedique aos dossiers, nunca tem os dados todos e nunca está devidamente na posse de todas as informações que lhes permita fazer futurologia.
E é precisamente isso que abomino nos políticos. Enquanto na oposição, prometem tudo e mais alguma coisa. Uma vez no governo, esquecem-se do que prometeram ou, então, lá vêm com as falsas desculpas do costume.
Ora, considere muito mais honrada e correcta a atitude de prudência, do que as promessas da banha da cobra.
Uma coisa ficámos a saber: AJS, se for eleito primeiro ministro, não aumenta impostos ou demitir-se-á!!! Há declaração mais demagógica do que esta? Alguém acredita que se tiver de aumentar impostos, não o fará e apresenta a demissão? Entendo o desespero! E a necessidade de pôr a fasquia a esse nível.

De Francisco Castelo Branco a 10.09.2014 às 14:17

Costa confirmou que não passa de um mito.

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930




comentários recentes

  • Manuel Nunes Francisco

    Então estamos à vontade, podendo avançar com o san...

  • Anónimo

    Olivença é a menor das preocupações no Estado Espa...

  • Anónimo

    Concordo na íntegra e dizendo mais, na minha modes...

  • Anónimo

    Caro anónimo espanhol,Não sei se esteve atento nas...

  • Anónimo

    Caro anónimo Vasconcelos,O uso da Grândola deveu-s...

  • Alda Fernandes

    Oh! sr. anónimo espanhol? (será?)Quem diria que af...

  • Teresa

    Cuando afirmo a que "arriscam-se a apalhaçar a mes...

  • Anónimo

    Es facil tener una opinion viendo los toros desde ...

  • Teresa

    (anterior comentário seguiu sem identificação)Gent...

  • Anónimo

    Gente peculiar nuestros hermanos Grândola Vila Mor...